Sessão de julgamento está marcada para as 8h, na Câmara de Vereadores.

O prazo de 90 dias para a conclusão da Comissão Processante (CP) do prefeito de Colinas, Sandro Herrmann (PP), se encerra nesta sexta-feira (5). A data também marcará o julgamento da matéria, o que poderá causar a suspensão do mandato do progressista ou sua absolvição. O relator Rodrigo Horn (MDB) pediu a cassação do prefeito, sob a alegação de fraude em licitação para o abastecimento da frota do Executivo. A sessão especial foi convocada para as 8h desta sexta, na Câmara de Vereadores.

O público terá acesso ao julgamento. O encontro começará pela leitura do texto e de peças importantes do processo. Depois, cada legislador terá 15 minutos para fazer a sua manifestação. E, após isso, o prefeito e sua defesa terão até duas horas para fazer uso da tribuna. A sessão seguirá com a manifestação nominal dos votos.

Para que o mandato de Herrmann seja cassado, será necessário o voto de dois terços do Legislativo, ou seja, de pelo menos seis dos nove vereadores. Abstenções são amparadas em lei. Se a Casa entender pela inocência, o texto é arquivado.

Fonte: Independente

Deixe um comentário