A Universidade de Passo Fundo (UPF) está apurando a autoria de pichações realizadas dentro do banheiro de um dos prédios do campi local, onde palavras de racismo e ódio foram escritas.

A pichação faz alusão ao presidenciável pelo PSL, Jair Bolsonaro, e ao líder nazista Adolf Hitler; também faz ofensas racistas e ao ex-presidente Lula, como pode ser visto nas fotos divulgadas na internet.

A Universidade informou que não vai tolerar atos e ações que incitem a violência e vai realizar todos os esforços necessários para garantir a segurança da comunidade escolar.

Até o momento o responsável pela pichação ainda não foi identificado e o crime deve ser investigado também pela Polícia Civil.

Confira na íntegra a nota da UPF sobre o caso:

“A Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) e a Universidade de Passo Fundo (UPF) manifestam conhecimento sobre o fato ocorrido e estão tomando providências necessárias e cabíveis, de acordo com a legislação federal, os Estatutos e o Regimento Geral da Instituição, que coíbem quaisquer manifestações segregadoras ou discriminatórias.”

Créditos: Reprodução/Redes Sociais

Deixe um comentário

ao vivo ao vivo