Foram presas quatro pessoas suspeitas de participarem de uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas em Passo Fundo e municípios da região. Um dos investigados está foragido.
A Polícia Civil prendeu cinco pessoas na manhã desta quinta-feira (18), em Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul. Os homens, com idades entre 19 e 29 anos, são suspeitos de participarem de uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas na região. Dois deles foram presos em flagrante. Uma mulher, 21 anos, também foi presa em flagrante. Na casa dela, os policiais encontraram drogas dentro de um aspirador de pó. Um dos investigados está foragido.

Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e 12 de busca e apreensão, em Passo Fundo e Serafina Corrêa, no Rio Grande do Sul, e em Palhoça, em Santa Catarina.

Segundo as investigações, os presos recebiam maconha, cocaína, LSD e ecstasy do litoral catarinense e da fronteira com o Paraguai. A droga era vendida em Passo Fundo e municípios vizinhos. A entrega era feita com os veículos dos próprios investigados.

Foram identificados os chefes da organização criminosa, os fornecedores, distribuidores da droga e outros traficantes, além das pessoas que recebiam dinheiro do tráfico.

A operação, chamada de Breaking Bad, teve a participação da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec).

A investigação teve início em março deste ano, quando foram apreendidas, com um dos investigados, cocaína, maconha, crack, um aparelho celular e quase R$ 1,8 mil. Quebras de sigilo e análise de dados ajudaram na prisão em flagrante de outros dois homens, por tráfico de drogas, mas que foram liberados no mesmo dia pela Justiça.

Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e 12 de busca e apreensão, em Passo Fundo e Serafina Corrêa, no Rio Grande do Sul, e em Palhoça, em Santa Catarina. — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Deixe um comentário