Órgãos orientam consumidores sobre os seus direitos durante a promoção anual

O Procon de Porto Alegre está orientando aos consumidores para os preços dos produtos que são costumeiramente vendidos na Black Friday. A entidade ressalta que é preciso estar atento aos valores, para que não haja falsas promoções. Nos casos em que houver publicidade enganosa, a orientação é de que o órgão seja avisado imediatamente.

O Procon alerta que o monitoramento está sendo feito em lojas online e presenciais e, na data oficial da promoção, fiscais estarão presentes nas lojas para acompanhar a aplicação das vendas. No Brasil, a sexta-feira dos descontos acontece no próximo dia 23, e promete descontos de mais de 50% em diferentes produtos, principalmente eletroeletrônicos.

.

• Confira dicas preparadas pelo Procon RS

1. Não caia em roubada. Fique atento se os descontos oferecidos são reais ou custam “metade do dobro”.

2. Exija sempre a nota fiscal para comprovar a relação de consumo e ter direito à garantia do produto e/ou serviço.

3. Produtos com problemas devem ser encaminhados para a assistência técnica e o reparo deve ser feito em até 30 dias.

4. Fique atento às compras pela internet, busque informações sobre os sites no Sindec Nacional ou Consumidor.gov.br .

5. Quando acessar um site de compras, verifique se tem cadeado de segurança e mantenha o antivírus atualizado.

6. Evite clicar em anúncios que chegam por e-mail ou redes sociais. Oportunistas aproveitam a data para enviar mensagens falsa com nomes de empresas conhecidas.

7. É obrigação do fornecedor garantir o que foi prometido no site ou anúncios.

8. O consumidor pode exercitar seu direito de ou arrependimento de compra feita pela internet no prazo de 7 dias a contar do recebimento do produto.

9. Documente todos os passos da compra virtual, inclusive com o e-mail do fornecedor, para casos de troca ou não recebimento do produto.

10. Foi enganado? Procure os órgãos de Proteção e Defesa do Consumidor (www.procon.rs.gov.br)

Deixe um comentário

ao vivo ao vivo