Foragido do presídio de Passo Fundo é recapturado, diz Brigada Militar

Após denúncia, Brigada conseguiu localizar Clederson dos Santos Ramos, que fugiu com outros 16 detentos no último sábado (12). Criminosos arrombaram o portão do Presídio Regional de Passo Fundo com uma caminhonete.

A Brigada Militar de Passo Fundo capturou um dos presos que fugiram do presídio regional do município, no Norte do estado, nesta terça-feira (15). No último sábado, 17 detentos fugiram após uma caminhonete derrubar o portão do presídio. A polícia investiga o caso.

Conforme o comandante do 3º RPMON, Volnei Ceolin, a brigada descobriu a localização de Clederson dos Santos Ramos após denúncia. Agentes cercaram a residência onde ele estava.

O foragido tentou escapar pelos fundos da casa, mas se rendeu. Ele foi conduzido e apresentado na Polícia Civil da cidade.

Outros 16 detentos seguem foragidos. Confira a lista abaixo.

Lista de fugitivos:

  • Rafael Lopes dos Santos
  • Cesar Moraes da Silva
  • Mauricio da Silva Dos Santos
  • Gabriel dos Santos Dela Mea
  • Raimundo Natalício dos Santos
  • Andre Tiago Teixeira
  • Leandro Dutra
  • Mateus Mariano
  • João Vitor Lenhardth Miri
  • Eliseu Benites
  • Alex Brito Sereta
  • Tiago Cardoso Lopes
  • Vinicius Luan Silva
  • Vilmar Jorge da Silveira
  • Gilso da Silva Alves
  • Anderson Luis Fernandes
fuga presidio passo fundo presos — Foto: camera de seguranca

fuga presidio passo fundo presos — Foto: camera de seguranca

Suspeita de corrupção no presídio

Gravações que mostram agentes penitenciários da Penitenciária Regional de Passo Fundo negociam esquemas com os detentos levantaram a suspeita de corrupção no presídio. A Supetintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) investiga a conduta dos agentes.

Nos áudios, gravados por um dos agentes, que entregou o material à Susepe ainda no fim de 2018, presos descrevem supostos esquemas dentro do presídio. Tem até tabela de preços. Para ocupar uma vaga no alojamento “A”, considerado o mais confortável da cadeia, o detento precisa pagar.

Os áudios indicam ainda que a entrada de drogas é livre e que os presos pagam a agentes até para deixar de responder a processos administrativos por irregularidades que cometem.

Fonte : G1

Deixe um comentário