Suspeito foi preso e encaminhado ao Presídio Estadual de Erechim. Ele prestou depoimento e disse que praticou a ação para que o outro homem entendesse que ‘não deveria mexer com a mulher dele’. Vítima está internada no hospital, com estado de saúde estável.


Capa de faca foi encontrada no local — Foto: Brigada Militar/Divulgaçãoki

A Polícia Civil investiga o caso de um homem que teve parte da genitália cortada em Machadinho, na Região Norte do Rio Grande do Sul, no sábado (7). Um suspeito foi preso e encaminhado ao Presídio Estadual de Erechim.

Segundo informações da Brigada Militar, um homem, que tem 33 anos, cortou parte da genitália da vítima, que tem 40, e jogou as partes íntimas para os cães de uma casa.

A ação ocorreu na casa do homem que foi ferido. Ele foi amarrado com correntes e cordas. Vizinhos o encontraram e o levaram para o Hospital de Machadinho. Ele foi transferido para o Hospital de Sananduva, e depois, transferido novamente para o Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo.

Ao G1, a instituição informou que o homem passou por uma cirurgia e agora está na recuperação. O estado de saúde dele é estável.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito teria realizado a ação para que o homem entendesse que “não deveria mexer com a mulher dele”. O filho do agressor, que tem aproximadamente 9 anos, presenciou o crime.

Depois de receber informações sobre o caso, a Brigada Militar fez buscas na cidade. O homem foi localizado, prestou depoimento na Polícia Civil e assumiu a autoria. A arma usada não foi encontrada.

Fonte: G1
Foto: Brigada Militar/Divulgação

Deixe um comentário