Os consumidores de 373 municípios do Rio Grande do Sul podem voltar a sofrer com um novo aumento nas tarifas de luz. Isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estuda o pedido de agrupamento das distribuidoras RGE e RGE Sul. O processo está em discussão desde março, quando a proposta foi apresentada pelo Grupo CPFL Energia, controlador das duas empresas.

O Conselho de Consumidores da RGE reclama que a agência reguladora não disponibilizou aos cidadãos nenhum estudo técnico de impacto do agrupamento entre as duas concessionárias. O Conselho teme, por exemplo, que a fusão signifique novos aumentos para os consumidores.
Fonte: Ricardo de Souza

Deixe um comentário