Hoje começamos esta nossa participação colocando caraminholas em sua cabeça meu nobre e precioso leitor já de tantas semanas. Ser honesto e ter caráter nos dias atuais, e não só no Brasil não, em todo mundo se tornou uma árdua labuta, mesmo para aqueles que se dizem de Deus e procuram andar nos átrios do Senhor. Em se tratando do meio político brasileiro aí sim é como achar uma agulha em palheiro!!!

Atualmente, é fato corriqueiro presenciarmos a desonestidade nas esferas social e política. É como se a pessoa sentisse vergonha de ser honrado e honesto. Cada vez mais vemos a injustiça crescer e dominar o mundo, e a desonestidade tomar proporções incalculáveis. Parece que para ganhar poder, ser bem visto admirado e aplaudido, é necessário usar todas as armas disponíveis, mesmo que seja de maneira desonesta e ilegal. O que realmente importa é ser notado.

Nobríssimo leitor, em nosso querido Brasil Varonil é muitíssimo comum vermos pessoas que vivem na desonestidade e para justificar tal atitude, usam o já calejado termo: “Todo mundo faz, por que não posso fazer também?”. Acham que com isto, sua consciência fica livre e isenta de qualquer peso, aliás, nem refletem sobre seus atos. É uma ação deplorável a atitude de pessoas que agem desta forma, explicitando um grande equívoco nos valores morais aprendidos e apregoados por elas.

Será que nunca tivemos um tempinho sequer de parar e pensar que todos nós somos possuidores de um espírito livre e independente, e que um dia receberemos a recompensa de acordo com nossas obras. Somente nós responderemos por nossas ações, a ninguém mais foi dado este privilégio. Mesmo que na concepção da maioria prevaleça à desonestidade como caminho para ganhar poder, cada um será responsabilizado, individualmente, segundo nossa própria consciência.

Em minha tênue opinião, acho que não devemos nos permitir entrar na onda dos mais altos níveis da sociedade, e nem nos deixar levar pelos caminhos mais fáceis, que podem ser resumidos em desonestidade e corrupção. Não é porque todo mundo faz que tenho que fazer também. Precisamos fazer a diferença, ou melhor, precisamos ser a diferença!

Para isto é só não permitir ser arrastado pela maré da estupidez e da ignorância de achar que as más ações ficarão eternamente escondidas. Isto é praticamente impossível e um dia elas virão à tona. Aliás, temos visto nos últimos dias pessoas que jamais imaginavam ser descobertas serem presas na Operação Lava Jato.

Ainda, é uma tarefa muito difícil fugirmos diante da nossa própria consciência, pois ela (consciência) virá acompanhada da certeza que não possuímos testemunha de defesa, a não ser nossas próprias atitudes.

O benefício que recebemos por dinheiro desonesto é um valor muito pequeno perto do único patrimônio que realmente vale a pena possuir e que nos pertence de fato, que é a honradez, mesmo que alguns achem que o dinheiro é mais importante que tudo, e façam qualquer coisa para tê-lo, mas esquecem de que não levarão estes bens para o túmulo. A honestidade, dignidade e caráter são bens mais valiosos que alguém poderia ter. Então não é bom que seja desperdiçado com coisas fúteis e desnecessárias.

Na maioria das vezes as pessoas desonestas preferem confiar nas pessoas de caráter oposto ao delas. Isto é um tanto absurdo e contraditório. E por mais que pareça que a desonestidade está em alta e que cada vez mais ganha terreno, fato facilmente demonstrado pela mídia, principalmente através das novelas, precisamos aprimorar nossa percepção em ver e valorizar a conduta honesta e digna. É coisa difícil, mas não impossível.

É comum vermos pessoas que para ganhar vantagem em alguma coisa se habilitam em forjar resultados, fraudar documentos, enganar e extorquir, sem o menor constrangimento, não tem transparência no que fazem. No entanto, pode-se ainda perceber que algumas pessoas são portadoras de valores morais, são confiáveis e geram confiança, são capazes de sustentar suas atitudes tanto nos negócios como nas amizades.

Façamos a seguinte reflexão: Se a desonestidade se tornar norma de conduta, o que será deste mundo? O que pensar e como agir diante de tudo isso? A conclusão que deveremos chegar ao final é que não devemos ter vergonha de ser honesto, isso nunca! Pense nisso, para não ser colaborador e propagador da desonestidade!

E para finalizar por que é importante ser honesto? Ser honesto significa escolher não mentir, roubar, enganar ou trapacear de modo algum. Quando somos honestos, desenvolvemos a força de caráter que irá nos permitir prestar grande serviço a Deus e ao próximo. Somos abençoados com paz de espírito e respeito próprio e teremos a confiança do Senhor e das pessoas.

Um forte abraço e viva O Senhor Jesus!!!

Deixe um comentário