Quase sempre somos tomados pela emoção durante uma briga, perdendo o nosso senso crítico e a racionalidade em avaliar o que divulgamos

Com um mundo extremamente conectado e com o aperfeiçoamento das redes sociais, as pessoas escrevem sobre diversos assuntos em todas as plataformas disponíveis e não medem as consequências. Seja sobre qualquer assunto ou banalidade, estamos sempre opinando ou justificando nossas crenças publicamente. A internet é uma fonte maravilhosa de informação e uma excelente ferramenta para conectar pessoas, mas existe um grande problema: essa facilidade também trouxe um grande “FLA x FLU” para o ambiente virtual e muitos assuntos se tornam discussões acaloradas.

Expor ideias, por meio de debates saudáveis, não é algo errado e até pode ser bastante produtivo para entender outros pontos de vista. Mas, a partir do momento que essas manifestações se tornam exacerbadas, estamos não só expondo nosso ponto de vista, mas tentando moldar as formas de pensar sobre diversos aspectos. E assim, esquecemos que existem outras pessoas que pensam  de maneira diferente, esse comportamento é pouco saudável e pode gerar um grande estresse.

Mas, afinal, porque as pessoas discutem nas redes sociais?

O benefício da distância e do anonimato

O motivo mais comum do envolvimento em discussões nas redes sociais costuma ser a vontade de expor opiniões em relação a determinado assunto e, muitas vezes, as pessoas se envolvem em conflitos acalorados pelo benefício do anonimato ou da distância.  Afinal, é muito mais fácil confrontar opiniões quando se está atrás da tela de um computador ou celular. Dessa maneira, o indivíduo tem muito mais tempo para pensar no que responder e em argumentos válidos para a discussão. Sem contar que, a falta de diálogo “cara a cara” um propulsor desse tipo de atitude, uma briga na internet elimina boa parte dos medos que a pessoa teria se essa fosse brigar pessoalmente com alguém.

Insegurança

Quando deparado com algo que não concorda, é da natureza do ser humano querer provar que o seu lado é “mais correto” do que o do outro. Isso demonstra uma certa insegurança emocional e a necessidade de se autoafirmar.

Gatilhos que despertam o sentimento de raiva

Alguns assuntos, com certeza, despertam emoções dentro de nós. Às vezes, as pessoas utilizam uma discussão qualquer como válvula de escape para raivas que estão reprimidas. Afinal, o que escrevemos nas redes sociais não são apenas opiniões, e sim um reflexo de nossas condutas e do nosso comportamento em sociedade.

Como evitar uma discussão

Não absorva

Não leve para o lado pessoal e não estenda uma discussão na internet para o seu dia a dia. Raiva excessiva pode gerar rancor e mágoas, desencadeando quadros de estresse, depressão e ansiedade.

Respeite opiniões diferentes das suas

Nem sempre as pessoas vão concordar com a sua opinião, e isso não é errado. Cada um pensa de uma maneira diferente e as pessoas possuem bagagens emocionais e intelectuais diversas.  O discurso com argumentações sólidas e inteligentes transforma uma briga em uma troca de opiniões sem efeitos colaterais.

Respire antes de apertar o enter

Quase sempre somos tomados pela emoção durante uma briga, perdendo o nosso senso crítico e a racionalidade  para avaliar o que divulgamos/falamos.

Entenda a origem da sua motivação para brigar

É preciso encontrar a origem de sua raiva, entendê-la e controlá-la. Utilize o tempo que você passa discutindo na internte para fazer algo que você goste e que seja bom para seu intelecto e personalidade e saúde.

Deixe um comentário